domingo, 18 de abril de 2021

O destino de uma mãe

O destino de uma mãe é esperar pelos filhos.
Espera por eles durante a gravidez. Espera por eles quando regressam da creche. Espera por eles na saída da escola. Espera por eles quando começam as suas vidas, ou no regresso a casa depois de uma festa.
Espera por eles quando regressam do seu trabalho, para que eles encontrem sempre uma sopa quente. Espera por eles com amor ansiosamente, às vezes, com raiva que passa logo quando os vê e pode abraçá-los.
Certifique-se de que a sua velha mãe não precisa esperar mais. Vá visitá-la, ame-a, abrace-a, aquela que o amou como ninguém nunca o fará. Não a faça esperar, é isto o que ela espera de si. O corpo envelhece, mas o coração de uma mãe nunca envelhece. 
Ame-a enquanto puder!
Alexandra Oliani

O destino de uma mãe é esperar pelos filhos. Espera por eles durante a gravidez. Espera por eles quando regressam da creche. Espera por eles na saída da escola. Espera por eles quando começam as suas vidas, ou no regresso a casa depois de uma festa. Espera por eles quando regressam do seu trabalho, para que eles encontrem sempre uma sopa quente. Espera por eles com amor ansiosamente, às vezes, com raiva que passa logo quando os vê e pode abraçá-los. Certifique-se de que a sua velha mãe não precisa esperar mais. Vá visitá-la, ame-a, abrace-a, aquela que o amou como ninguém nunca o fará. Não a faça esperar, é isto o que ela espera de si. O corpo envelhece, mas o coração de uma mãe nunca envelhece.  Ame-a enquanto puder! Alexandra Oliani